Ver todas as obras de Marcos Coelho Benjamim

Artista Marcos Coelho Benjamim
Biografia Nasceu em Nanuque, MG, em 1952.
Artista plástico autodidata.
Transferiu-se para Belo Horizonte em 1969, trabalhando inicialmente como cartunista e artista gráfico. Ilustrador capista, colaborou com jornais e revistas como O Pasquim, Estado de Minas e Suplemento Literário do Minas Gerais.
Foi co-autor das revistas de humor/histórias em quadrinhos: Meia-Sola, Humordaz, Uai, O Novo Humor do Pasquim, Antologia Brasileira do Humor, O Vapor e SD-Quadrinhos.
Recebeu os seguintes prêmios: Grande Prêmio I Salão Mackenzie de Humor e Quadrinhos, SP (1973); Prêmio Viagem ao México, II Salão Global de Inverno, BH (1974); Grande Prêmio IV Salão de Arte Jovem de Campinas, SP (1976); International Cartoon Exhibition, Atenas, (1977); Prêmio Viagem ao Exterior, III Salão Nacional de Arte, Funarte, RJ (1980); Grande Prêmio XXXIX Salão Paranaense, Curitiba (1982); Grande Prêmio I Salão de Artes Visuais da Fundação Clóvis Salgado, BH (1984); Grande Prêmio II Salão de Governador Valadares, MG (1985); Prêmio Escultura, XII SAP de Ribeirão Preto, SP (1987); Prêmio Itamaraty na XX BISP (1989).
Participou dos seguintes salões e bienais: XII, XX e XXI BISP (1973/89/91); Triennale der Zeichnung, Berlim (1985); Benegnung Mit den Anderen, Kassel, Alemanha (1992); Bienal Brasil Século XX, SP (1994); Johannesburg Bienale, África do Sul (1995); I Bienal do Mercosul, Porto Alegre (1997); Bienal Brasil + 500 Anos - Artes Visuais, Fundação Bienal de São Paulo, SP e Fundação Gulbenkian, Lisboa, Portual (2000).
Participou das seguintes coletivas: HQ Comunicações de Massa, MAP, BH (1972); Galeria Maison de France, RJ (1975); International Cartoon Exhibition, Berlim, (1975) e Atenas (1977); VII Panorama Atual da Arte Brasileira, MAM-SP (1977); Coleção Gilberto Chateaubriand, Palácio das Artes, BH (1977); Reitoria da UFJF (1978); Arte e Meio Ambiente, Palácio das Artes (1979); Notícias da Terra, Palácio das Artes (1980); Seis Artistas Jovens, MAP e Galeria A, Brasília (1981); Três Aspectos da Arte Mineira Atual, Curitiba (1982); Iluminações, Palácio das Artes (1982); Arquitetura no Humor, Galeria do IAB, BH (1983); Precariedade e Criação, MAP (1983); Dez Artistas Mineiros, MAC/USP (1983); Brasil Desenho, itinerante: RJ, SP e BH (1984); Brasil Pintura, itinerante: RJ, SP, BH (1984); 10 Artistas Minerios, MAC/USP (1984); Galeria de Arte e Pesquisa da UFES, Vitória (1985); Velhas Manias, Parque Lage, RJ (1985); 8 ou 80, Galeria de Arte da UFF (1985); I Seleção Helena Rubinstein de Arte, MASP (1986); Objetos, Itaúgaleria, Brasília (1986); Première Sélection de LArt Jeune Brésilien, Maison de LAmérique Latine, Paris (1987), Casa da Gravura Largo do Ó, Tiradentes, MG e Embaixada da França, Brasília (1987); Entre Dois Séculos, Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM-RJ (1987); Trabalhando com o Suporte, Galeria Documenta, SP (1987); Esse Obscuro Objeto do Desejo, Itaúgaleria, BH (1987); Desenhos e Gravuras, Espaço Cultural da Embaixada da França, Brasília (1987); Uakti & Mulheres, cenografia para o Grupo Corpo (1988); Cada Cabeça uma Sentença, (itinerante, 1988); Semaña de la Cultura Brasileña, Embaixada do Brasil em Quito e Instituto Cultural Brasil-Argentina (1988); Minas Hoje, Galeria Sedalla, SP (1988); Projeto Macunaíma, Funarte, RJ (1988); Minas em Traços Gerais, MAC, Olinda e Recife, PE (1988); A Arte do Objeto, XXVI Festival de Inverno da UFMG, Ouro Preto, MG (1994); 4 X Minas: Amílcar de Castro, Celso Renato, Manfredo Souzanetto e Marcos Benjamim, itinerante: BH, SP, RJ e Salvador (1993-94); Formação da Arte Contemporânea em Belo Horizonte, MAP (1997); Contrapartida, Brandenburg, Berlim (1996); Alquimias e Processos, Bogotá (1999); Centro Cultural UFMG - 10 Anos, BH (1999); Marco Túlio Resende, Marcos Benjamim e Fernando Lucchesi, Marília Rasuk Galeria de Arte, SP (1999); Belo Horizonte - Leiria, Um Encontro de Culturas, Galeria 57, Leiria, Portugal (2000); Fernando Lucchesi, José Bento e Marcos Benjamim, Museu Brasileiro de Escultura, SP (2000); Cláudia Renault, Marcos Benjamim e Sérgio Machado, Galeria da EBA/UFMG, BH (2000); Fernando Lucchesi, José Bento, Marcos Benjamim e Roberto Vieira, Manoel Macedo Galeria de Arte, BH (2001) ; Erótica, Galeria Quadrum, BH (2001).
Realizou as seguintes mostras individuais: FAOP (1976); Saudade 40 Graus, Nanuque (1981); Galeria Veja, BH (1981); Sala Miguel Bakun, Curitiba (1982); Sala Corpo de Exposições, BH (1982-86); Galeria Cesar Aché, RJ (1983); A Casa do Fazer, Galeria do IAB, BH (1983); Itaúgaleria, BH (1984); Palácio das Artes (1984); Galeria de Arte e Pesquisa da UFES (1985); Núcleo de Referência Histórica de Congonhas, MG (1985); Galeria do Sol, São José dos Campos, SP (1985); XVIII Festival de Inverno da UFMG, São João del-Rei, MG (1986); Objetos, Sala Corpo de Exposições (1986); Gesto Gráfico, BH (1986); Reitoria da UFJF (1986); Manoel Macedo Galeria de Arte, BH (1987-89); Galeria Ex-Libris, BH (1988); Sala de Exposições do Banco Central, Brasília (1986); Anna Maria Niemeyer Galeria de Arte, RJ (1989); Galeria Pulitzer, Amsterdã (1990); Galeria Marina Potrich, Goiânia (1990); Centro de Estudos Brasileiros, Assunção (1991); Fernando Pedro Escritório de Arte, BH (1993); Galeria São Paulo, SP (1993); Paço Imperial, RJ (1993); Kathleem Shields Gallery, Ambrósio Gallery, Coral Gables (1994); Galeria Ruta Corrêa, Freiburg/Alemanha (1997); Galeira Marília Razuk, SP (1997); Minas Contemporânea ­ Gabinete de Arte, BH (2001).
Marcos Benjamim é considerado pela crítica um dos mais representativos artistas da nova geração brasileira, tendo representado a arte brasileira contemporânea em vários eventos internacionais.
Tem obras nos acervos do MAP, Museu Mineiro, Fundação Clóvis Salgado e Aeroporto de Confins, BH. No ano 2000, publicou o livro Marcos Coelho Benjamim, organizado por Aracy Amaral (Belo Horizonte: C/Arte, 2000), integrou também o projeto Registros da Arte Brasileira ­ Litografias Série 2000, organizado pela C/Arte Projetos Culturais.

Nascimento

1952 - Nanuque MG

Formação

1962 - Nanuque MG - Durante a infância aprende a lidar com ferramentas e madeira na molduraria e vidraçaria do seu pai

1969 - Belo Horizonte MG - Estuda no Colégio de Aplicação

1971 - Belo Horizonte MG - Autodidata, inicia trabalhos como cartunista e artista gráfico colaborando em jornais

Cronologia

Escultor, pintor, cartunista, designer gráfico, ilustrador, desenhista e cenógrafo



1969 - Belo Horizonte MG - Tranfere-se para essa cidade

1969 - Belo Horizonte MG - Realiza histórias em quadrinhos

1971 - Belo Horizonte MG - Co-autor das revistas de humor e quadrinhos Meia Sola, Humor Daz, Uai, O Novo Humor do Pasquim e Antologia Brasileira do Humor, além de colaborar em jornais

1972/1973 - Belo Horizonte MG - Manfredo de Souzanetto (1947) apresenta-o aos artistas Lotus Lobo (1943), Décio Noviello (1929) e ao colecionador Gilberto Chateaubriand, que adquire cerca de sessenta dos seus desenhos de humor

1976 - Realiza um dos seus primeiros objetos escultóricos de madeira

1977 - Nanuque MG - Faz brinquedos e reproduções de bichos utilizando materiais recicláveis e orgânicos

1977 - Rio de Janeiro RJ - Publica contos em antologia de doze escritores no Histórias de um Novo Tempo, editado pelo Pasquim/Editora Codecri

1979 - Vale do Jequitinhonha MG - Participa de uma viagem de 25 dias em companhia de artistas, poetas, músicos, pintores e cineastas, entre eles Paulo Laender (1945), Maria Helena Andrés (1922), Gilberto de Abreu (1953), Roberto Wagner e Ana Horta (1957-1987). Essa expedição acompanha eventos populares e manifestações artísticas da região. O aprendizado dessa viagem marca toda sua produção dos anos 80

1980 - Cria cartões de humor e ilustrações para Thomas de La Rue e a Editora Civilização

1983 - Diamantina MG - Leciona no 16º Festival de Inverno de Diamantina

1983 - Belo Horizonte MG - Publica, com Priscila Freire, o livro de imagens poéticas Conversa de Corpo, pela Editora Minguilim

1984 - Belo Horizonte MG - Lançamento do vídeo (coletivo) Colcha de Retalhos: a estética do precário, de Rogério Brandão

1988 - Belo Horizonte MG - Monta ateliê com Patrícia Leite, Humberto Guimarães e Isaura Pena (1958)

1988 - Belo Horizonte MG - Faz cenografia para os espetáculos Uakti e Mulheres, do Grupo Corpo

1990 - Belo Horizonte MG - Lançamento do vídeo Benjamim e Marco Túlio: da forma à forma, de Rogério Velloso

1993 - São Paulo SP - Lançamento do vídeo Marcos Benjamim: encontro com o artista, de Rodolfo Magalhães, para a série idealizada e realizada pelo Itaú Cultural

Atualizado em 07/04/2005
Fonte Catalogo das Artes
Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.