Artista Hercules Rubens Barsotti - Hercules Barsotti - Hércules Barsotti
Biografia




Barsotti, Hércules (1914 - 21/12/2010)




Biografia

Hércules Rubens Barsotti (São Paulo SP 1914). Pintor, desenhista, programador visual, gravador. Inicia formação artística em 1926, sob orientação do pintor Enrico Vio (1874 - 1960), com quem estuda desenho e composição. Em 1937, forma-se em química industrial pelo Instituto Mackenzie. Começa a pintar em 1940 e, na década seguinte, realiza as primeiras pinturas concretas, além de trabalhar como desenhista têxtil e projetar figurino para o teatro. Em 1954, com Willys de Castro (1926 - 1988), funda o Estúdio de Projetos Gráficos, elabora ilustrações para várias revistas e desenvolve estampas de tecidos produzidos em sua tecelagem. Viaja a estudo para a Europa em 1958, onde conhece Max Bill (1908 - 1994), então um dos principais teóricos da arte concreta. Na década de 1960, convidado por Ferreira Gullar (1931), integra-se ao Grupo Neoconcreto do Rio de Janeiro e participa das exposições de arte do grupo realizadas no Ministério da Educação e Cultura - MEC, no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP. Em 1960, expõe na mostra Konkrete Kunst [Arte Concreta], organizada por Max Bill, em Zurique. Hercules Barsotti explora a cor, as possibilidades dinâmicas da forma e utiliza formatos de quadros pouco usuais, como losangos, hexágonos, pentágonos e circunferências. Em sua obra a disposição dos campos de cor cria a ilusão de tridimensionalidade. Entre 1963 e 1965, colabora na fundação e participa do Grupo Novas Tendências, em São Paulo. Em 2004, o MAM/SP organiza uma retrospectiva do artista.

Nascimento

1914 - São Paulo SP

Formação

1926/1933 - São Paulo SP - Estuda desenho e composição sob orientação de Enrico Vio (1874 - 1960)

1937 - São Paulo SP - Forma-se em química industrial pelo Instituto Mackenzie

Cronologia

Pintor, desenhista, programador visual, gravador



s.d. - São Paulo SP - Integra a Associação Brasileira de Desenhistas Industriais

1937/1939 - São Paulo SP - Trabalha como químico

1953 - São Paulo SP - Atua como desenhista de figurinos para teatro, como os executados para a peça Mimodrama, encenada no Teatro Cultura Artística

1954 - São Paulo SP - Funda, com Willys de Castro (1926 - 1988), o Estúdio de Projetos Gráficos

1958 - Europa - Viaja a estudo

1960/1961 - Rio de Janeiro RJ - Integra o Grupo Neoconcreto

1963/1965 - São Paulo SP - Participa da fundação da Associação de Artes Visuais Novas Tendências

1967 - São Paulo SP - Classifica-se no Concurso Nacional de Desenho de Padronagens Têxteis

ca.1987 - São Paulo SP - Atua como programador visual

O artista plástico paulistano Hércules Barsotti morreu na noite de terça-feira (21/12/2010), aos 96 anos. O sepultamento aconteceu nesta quarta (22), no Cemitério São Paulo, em Pinheiros.

Pintor, desenhista e programador visual, Barsotti foi ícone do grupo de artistas do neoconcretismo fundado pelo poeta Ferreira Gullar no final da década de 50. O neoconcretismo foi uma reação ao movimento concretista e suas teorias técnico-científicas aplicadas à arte.

Ainda nos anos 50, Barsotti fundou com o escultor Willys de Castro o Estúdio de Projetos Gráficos, que renovou a linguagem gráfica. Em 1960 foi convidado pelo designer suíço Max Bill a participar da mostra Konkrete Kunst, em Zurique, uma das mais prestigiadas na área.

No Brasil, Barsotti participou de várias temporadas da Bienal e nas edições de 1987 a 1989, foi homenageado com mostras especiais. Ao longo de sua carreira, Barsotti participou de inúmeras exposições internacionais, na Europa e nos Estados Unidos.

Em 2004, quando completou 90 anos, o Museu de Arte Moderna de São Paulo fez uma retrospectiva de suas obras Barsotti. Nos últimos anos, o artista vinha desenvolvendo trabalhos como programador visual e fazendo exposições em galerias.



--------------------------------------------------------------------------------------------------------


Pintor, desenhista e programador visual, Barsotti foi ícone do grupo de artistas do neoconcretismo fundado pelo poeta Ferreira Gullar no final da década de 50. O neoconcretismo foi uma reação ao movimento concretista e suas teorias técnico-científicas aplicadas à arte.

Ainda nos anos 50, Barsotti fundou com o escultor Willys de Castro o Estúdio de Projetos Gráficos, que renovou a linguagem gráfica. Em 1960 foi convidado pelo designer suíço Max Bill a participar da mostra Konkrete Kunst, em Zurique, uma das mais prestigiadas na área.

No Brasil, Barsotti participou de várias temporadas da Bienal e nas edições de 1987 a 1989, foi homenageado com mostras especiais. Ao longo de sua carreira, Barsotti participou de inúmeras exposições internacionais, na Europa e nos Estados Unidos.

Em 2004, quando completou 90 anos, o Museu de Arte Moderna de São Paulo fez uma retrospectiva de suas obras Barsotti. Nos últimos anos, o artista vinha desenvolvendo trabalhos como programador visual e fazendo exposições em galerias.


fonte : Portal G1 em Dez/2010
Fonte Itaú Cultural
Links http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=artistas_obras&cd_verbete=2049&cd_idioma=28555