Logotipo
Atualizado : 09/12/2016 às 16:53:38
Usuários On-Line :  0292
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Jose Julio Calasans - Calasans Neto - Calazans Neto
Algumas Obras do artista...

                       
 
   
 
 
 
                                   
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
Calasans Neto (Salvdor-BA, 1932 - 2006). Começou sua atividade artística como pintor no ateliê de Genaro de Carvalho. Abandonou a pintura pela gravura. Estudou gravura em metal com Mário Cravo, na Escola de Belas Artes da Bahia. Da gravura em metal passou para a Xilogravura, tornando-se assim conhecido em todo país.

Atualmente voltou a pintar. Participou intensamente do movimento cultural de sua geração: criou cenários para filmes de Gláuber Rocha e Ruy Guerra, fundou a revista "Mapa" (dedicada aos intelectuais baianos da década de 50) e a Editora Macunaína (que se especializou em livros ilustrados de tiragem limitada).

Utilizando suas gravuras elaborou vários álbuns, alguns produzidos por ele mesmo e outros por editores brasileiros. Fez capas e ilustrações para inúmeros livros, inclusive para "Teresa Batista Cansada de Guerra" e "Tieta do Agreste", de Jorge Amado, e "História Natural de Pablo Neruda", de Vinícios de Morais.

Possui intensa atividade profissional, tendo realizado várias exposições no Brasil e no exterior. Participou da 18o Bienal Internacional de São Paulo, em 1985, e da II Bienal de Havana, em 1986.

Atualmente utiliza as técnicas de ponta seca e buril sobre cobre. Reside em Salvador.

"Calasans Gravador

A insegurança espiritual do nosso tempo, que privilegia a degradação do ser humano, pôe em risco a superioridade da cultura e asfixia o pensamento estético atual. O artista de hoje vive durante a busca do presente e o confronto com a modernidade - essa palavra à procura de significado, segundo Octavio Paz.

A melhor súmula da vasta e magnífica obra gráfica de Calasans Neto poderia ser, talvez, a recente série de suas excepcionais gravuras em metal. Ele, que em seu trabalho inicial e obstinado de toda uma vida, resistindo por tanto tempo à enfadonha mediocridade de um meio acadêmico, sempre pareceu um adepto definitivo da xilogravura. Artista consciente e predestinado, Calasans obedece às leis da matéria e revela um raro poder de criatividade, que confere à sua abstração oculta um sentido figural de características telúricas. Sua linguagem plástica é um processo poético de grande riqueza de signos.

Em conclusão, Calasans Neto é como um bardo da antiguidade cultuando animais mitológicos, os nossos dóceis animais. As cabras de Virgílio emprestam um clima bucólico à sua figuração povoando a doçura do seu universo gráfico. Estamos diante de um artista e seus símbolos de alto sentido contemporâneo e universal"
Wilson Rocha
____

Nascimento/Morte

1932 - Salvador BA - 11 de novembro

2006 - Salvador BA - 30 de abril

Formação

s.d. - Salvador BA - Estuda pintura com Genaro de Carvalho

s.d. - Salvador BA - Estuda gravura em metal com Mario Cravo Júnior, na Escola de Belas Artes da Universidade da Bahia

Cronologia

Pintor, gravador, ilustrador, desenhista, entalhador, cenógrafo



ca.1950 - Salvador BA - Participa do movimento de renovação das artes e das letras na Bahia, fundando com outros artistas a Jogralesca (para teatralização de poemas), a revista Mapa e a Editora Macunaíma

1956/1974 - Salvador BA - Cria cenários para peças teatrais como A Jogralesca, Morte e Vida Severina, Eles Não Usam Bleque-Tai, Ripió Lacraia e As Feras

1956/1970 - Cria cenários para os filmes Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, Os Fuzis, de Rui Guerra; Sem Saída e Memória de Deus e o Diabo em Monte Santo e Cocorobó, de Agnaldo Azevedo

1957/1997 - Ilustra livros como Tereza Batista Cansada de Guerra e Tieta do Agreste, de Jorge Amado; Vinte e Cinco Sonetos da Bahia, de Silva Dutra; e Aprendiz de Feiticeiro, de Ivan Rabanillo

1973/1997 - Cria obras para locais públicos, destacando-se Ode a Jorge Amado, escultura de ferro resinado e latão feita para a Ladeira do Abaeté; Sedes Sapientiae, painel para a Universidade de Louvain-la Neuve, Bélgica; Tereza e Tieta, painel para a Fundação Casa de Jorge Amado

1976 - Natal RN - É criado o Prêmio Calasans Neto, como incentivo a jovens artistas

1979 - Salvador BA - É criada a Sala Calasans Neto, pela Universidade Católica de Salvador no Instituto de Música, Departamento de Artes Plásticas

1981 - Salvador BA - Recebe a Ordem do Mérito no Grau de Comendador, decreto de 10 de dezembro de 1981, concedido pelo governo do Estado da Bahia

1987 - Brasília DF - Grau de oficial da Ordem de Rio Branco

1988 - O cineasta Agnaldo Azevedo (Siri) faz o documentário Calasans Neto, Mestre das Artes e da Vida


Atualizado em 02/05/2006
 
Fonte: Expoart - 28/08/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes