Logotipo
Atualizado : 10/12/2016 às 08:45:59
Usuários On-Line :  0288
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Amedeo Modigliani (1884-1920)
Algumas Obras do artista...

                       
 
   
 
 
 
                             
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 

Modigliani, Amedeo
Livorno,Itália, 1884
Paris, França, 1920


Ingressou na Academia de Arte de Livorno em 1898, sob a orientação de Guglielmo Micheli que era discípulo do pintor macchiaioli Giovanni Fattori. Na Academira, Modigliani desenvolveu estudos de retratos, paisagens, nus e naturezas-mortas. Nesse mesmo período, iniciou cursos de história da arte, dedicando-se ao estudo dos pré-rafaelistas e à leitura de Baudelaire, D´Annunzio e Lautréamont. Desse último autor adquiriu a concepção de que o artista é um ser excluso da sociedade por sua independência criativa e pela constante busca de auto-realização. Em 1901, Modigliani viajou por Nápoles, Amalfi, Capri, Roma e Florença. No ano seguinte, inscreveu-se na Academia de Belas-Artes de Florença, onde adquiriu mais conhecimentos sobre macchiaioli, a pintura impressionista italiana. Em 1903, freqüentou a Scuola Libera del Nudo, em Veneza e encontrou o artista Ortiz de Zàrate com o qual descobriu a Bienal de Veneza e as tendências européias da arte, com atenção especial para a obra de Cézanne e Van Gogh. Chegou a Paris no início de 1906 e alugou um ateliê em Montmartre. Em seguida inscreveu-se no curso de desenho da Accademia Colarossi. A produção artística realizada nesse momento revelou influências recebidas por Cézanne e pela arte africana. Os desenhos mostravam uma expressão intimista, cercada por espontaneidade e sensação de algo imediato. Em 1907, expôs no Salão de Outono em Paris. Logo em seguida, expôs diversas obras no Salon des Indépendants em Paris na sala dos pintores fauves. Encontrou Brancusi, em 1909, esculpindo em sua companhia no seu ateliê parisiense. O contato com o escultor propiciou alteração do trabalho volumétrico que se tornou mais simples, porém o ser humano era o tema central da escultura, sob a influência de formas arcaicas de ídolos e de máscaras primitivas. De 1914 em diante, concentrou-se no desenho e na pintura, realizando vários retratos de pintores, escritores e intelectuais presentes em Paris. Essa fase foi marcada pela tendência expressionista em formas lineares e do alongamento das figuras. O modelado absorvido por Modigliani colocou linha e cor em equilíbrio, definindo a simplificação de sua composição.

Elza Ajzenberg/Mac
 
Fonte: cda - 19/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes