Logotipo
Atualizado : 08/12/2016 às 17:43:46
Usuários On-Line :  0192
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Nazareno Confaloni - Giuseppe Confaloni
Algumas Obras do artista...

           
 
   
 
 
 
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 

Fonte: www.itaucultural.org.br/Galeria Bauhaus

NASCIMENTO/MORTE
1917 - Viterbo (Itália)
1977 - Goiânia GO - 4 de junho

LOCAIS DE VIDA
1950/1953 - Goiás GO - É pároco da cidade
1953 - Goiânia GO

FORMAÇÃO
1930c. /1939 - Itália - Estuda com Felice Carena. Entra para o apostolado, ordenando-se frei dominicano

ATIVIDADES EM ARTES VISUAIS
Desenhista, Professor
s.d. - Goiânia GO - Realiza afrescos de grandes dimensões na Estação Ferroviária, na Igreja de São Judas Tadeu e na Sede das Centrais Elétricas de Goiás
1950c. - Goiás GO - Pinta 15 afrescos na Igreja do Rosário
1952/1968c. - Goiânia GO - Funda, juntamente com Luis Curado, a Escola Goiana de Belas Artes (EGBA), da qual é professor de Desenho e Pintura. Dirige a escola no período 1967/1968
1968c. /1977 - Goiânia GO - É professor fundador da Faculdade de Arquitetura da Universidade Católica de Goiás, onde leciona Desenho e Plástica

ATIVIDADES OUTRAS
s.d. - Goiânia GO - Constrói o convento dominicano
1952c. - Goiânia GO - Constrói a sede da Escola Goiana de Belas Artes
1954 - Goiânia GO - Preside a Comissão Organizadora do 1º Congresso Nacional de Intelectuais
1959/1965 - Goiânia GO - Projeta, constrói e dirige a Igreja de São Judas Tadeu, na Vila Coimbra, da qual é nomeado primeiro vigário



TEXTOS CRÍTICOS

"Pintor, desenhista, muralista, Nazareno Confaloni veio caminhando com o tempo, construindo seu trabalho, passando por várias fases, tendo como preocupação única documentar uma realidade mítico-social. Seus quadros refletem homens, mulheres e crianças do cotidiano. Não são figuras, são personagens do drama do dia-a-dia, apresentando uma boa dosagem de resignação santificada. Às vezes são madonas e santos, caracterizados com o vigor dos homens e das mulheres comuns, por isso mesmo vigorosos em personalidade, integrados nos limites da purificação. Entretanto, quem vê o trabalho acabado, livre de modelos, vivo de criatividade talvez não perceba o desafio da técnica, o cuidado com a composição da forma e dos espaços, iniciados em estudo à parte, em pequenos desenhos. Não há primeiros ou segundos planos na pintura de Confaloni. Há, isto sim, uma integração da temática com a técnica, uma limpeza de cores e um comprometimento consciente. Também não há altos e baixos nas obras apresentadas: há um mesmo nível, com um requinte intencional, que nos conduz a uma realidade (íntima, refletida). Somam-se a tudo isso os tons regionais e a grande experiência de vida deste mestre, que é brasileiro-italiano, comprometido nas raízes com o processamento histórico-cultural de Goiás. É uma figura valiosa, tanto na pintura quanto na personalidade, ambas fazendo dele o alicerce e o esteio que sustentaram e sutentam várias gerações (...). "

Miguel Jorge

in FIGUEREDO, Aline. Artes Plásticas no Centro-Oeste. Aline Figueredo. Cuiabá, UFMT, MACP, 1979. Bibliografia.



"Realizou volumosa obra, prevalecendo o temário religioso em lances expressionistas. Focalizou diretamente a figura humana, seu sofrimento, fé, miséria. O frei não deixou uma obra alegre nem exasperada. Deixou, entretanto, uma obra sã, com sentimento religioso. Quanto à forma, sempre tentou fugir do acadêmico e nem sempre conseguiu escapar da estilização modernista. Aliás, Confaloni era todo modernista e apoiava iniciativas arrojadas, comuns na política desenvolvimentista. Sua figuração, no entanto, é de concepção ingênua. (...) Numa cidade sem tradição cultural como Goiânia, plantada de uma hora para outra no Planalto, Confaloni é hoje uma grande memória na História da Arte do Estado, justamente por ter diretamente contribuído para sua afirmação. "

Aline Figueiredo

in FIGUEREDO, Aline. Artes Plásticas no Centro-Oeste. Aline Figueredo. Cuiabá, UFMT, MACP, 1979. Bibliografia.


Exposições realizadas
EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

1967 - Brasília DF - Individual, no Hotel Nacional

1973 - Goiânia GO - Individual, na Alba Galeria

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

1948 - R
 
Fonte: Itaú Cultural - 18/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes