Logotipo
Atualizado : 09/12/2016 às 16:53:38
Usuários On-Line :  0290
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Zelia Ferreira Salgado - Zelia Salgado
Algumas Obras do artista...

                             
 
   
 
 
 
                                   
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
SALGADO, Zélia Ferreira
(1909, São Paulo, SP)

Escultora, dedicou-se também ao desenho, à pintura e ao magistério de arte. Por volta de 1930, residindo no Rio de Janeiro, estudou com Henrique Bernardelli e posteriormente ingressou na Escola Nacional de Belas Artes. Em 1936 fixou residência em Paris, onde foi aluna de Isaac Dobrinsky, Robert Wlerick e Othon Friesz. Na capital francesa já tinha freqüentado a Academia da Grande Chaumière, no início dos anos 30. De volta ao Brasil, estudou e trabalhou com Roberto Burle Marx (1947 a 1950) e lecionou no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (1954 a 1959). Participou da Bienal de São Paulo (1951 a 1959, com prêmio de aquisição em 1957), do Salão Nacional de Arte Moderna (em que esteve presente cinco vezes, de 1952 a 1958, com isenção de júri em 1956), da primeira Exposição de Arte Abstrata, Hotel Quitandinha (1953) e do Salão Paulista de Arte Moderna (medalha de prata em 1955). Em 1976, expôs na Galeria de Arte da Casa do Brasil, em Roma (Itália). A partir de 1946, realizou várias exposições individuais no Brasil, com destaque para a retrospectiva de 1988 no Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Álvares Penteado, em São Paulo. Sobre as suas esculturas em bronze, escreveu Arnaldo Pedroso dHorta: "Estas são de pequeno porte, mas isso não tolhe a sua força expressiva. Há nelas, sempre, um élan, um impulso que busca significar-se - o que permite que sejam, simultaneamente, representativas e não figurativas." (Jornal da Tarde, 23 dez. 1966)

Referências: Tridimensionalidade: arte brasileira do século XX (2. ed. revista e ampliada Itaú Cultural/Cosac & Naify, 1999), de Annateresa Fabris, Fernando Cocchiarale e outros; O olho da consciência: juízos críticos e obras desajuizadas (Edusp, 2000), de Arnaldo Pedroso dHorta, organização de Vera dHorta.

 
Fonte: Catálogo das Artes - 19/06/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes