Logotipo
Atualizado : 10/12/2016 às 13:54:03
Usuários On-Line :  0182
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : João Batista Borelly
 
   
 
   
 
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
João Batista Borelly
(Séc. XIX)

O pioneiro do pastel
no Brasil

Nascido em França e falecido em Minas Gerais (Brasil). Estudou em sua terra natal, ignorando-se contudo os detalhes desse aprendizado, como sobre praticamente tudo o mais a seu respeito.

Transferindo-se para o Brasil em meados do século XIX, fixou-se no Rio de Janeiro, onde já em 1850 participava da Exposição Geral de Belas Artes com três pinturas, entre elas dois retratos - especialidade em que mais se destacou.

Particularidade a ressaltar no que concerne a Borely é que coube a esse artista introduzir no Brasil a técnica do pastel, por volta de 1849, com um retrato do Dr. Joaquim Caetano da Silva, Reitor do Colégio Pedro II.

Outro retrato, também a pastel, devido a Borely, é o do Dr. Tomás Gomes dos Santos, que foi diretor da Academia Imperial de Belas-Artes, depois de Porto-alegre.

A arte ao alcance
de todos

Araújo Viana, que conheceu o pintor pessoalmente, traça um curioso perfil desse boêmio, então refugiado no interior de Minas, onde viria a falecer:

«Conheci João Batista Borely, em 1876, residindo no arraial do Taboleiro do Pomba, em Minas Gerais, a pintar, não pelo processo do pastel, mas retratos a óleo, a torto e a direito, de toda a gente do arraial e adjacências, e a todo preço...

«Por esperto não firmava as telas que não prestavam. O preço estava tão ao alcance, que não houve por ali quem deixasse de se retratar pelo Borely...

Um francês embriagado

«Entretanto, meus senhores, quando não se achava embriagado, aliás quase seu estado habitual, pintava bons quadrinhos.

«Falava-me sempre nos dois retratos pintados por ele no Rio, exaltando, com razão, o do Conselheiro Tomás Gomes dos Santos. Minha filha contava apenas quatro meses de idade; sujeitei à contemplação de Borely, que me pintou da prezada menina um retrato bem tratado, bem cuidado.

Em Minas, para sempre

«Borely era muito inteligente, e tinha estudos regulares de algum estabelecimento de instrução secundária e especial de Desenho em França. Quando o conheci aparentava 40 e poucos anos de idade.

«Ignoro a data de seu nascimento, e em que localidade de Minas morreu. Soube que nunca mais deixou aquelas paragens, onde o hospedaram com carinho e o aturavam pacientemente nas bebedeiras mansas.»

Fonte: CD-Rom «500 Anos de Pintura Brasileira»
....



Texto do livro de Laudelino Freire
"1816-1916 - Um Século de Pintura"
....


Outro ilustre pintor francês, que viveu algum tempo nesta cidade e a quem, como diz Porto-alegre, se deve a introdução, em alta escala, da pintura a pastel.

Na exposição de 1849, muito se distinguiu com vários quadros da sua especialidade.

Retirou-se para o interior de Minas, onde faleceu.


Fonte : Pitoresco
 
25/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes