Logotipo
Atualizado : 07/12/2016 às 17:51:17
Usuários On-Line :  0225
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Jean Baptiste Debret
Algumas Obras do artista...

                             
 
   
 
 
 
                                   
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
DEBRET, Jean Baptiste
(1768, Paris, França - 1848)

Começou seus estudos de arte acompanhando o célebre pintor Louis David na sua viagem a Roma na época em que pintou a tela Juramento dos Horácios (consta que David era seu primo). Retornando da Itália, freqüentou a Escola de Belas Artes de Paris, em 1785, e em decorrência da Revolução Francesa afastou-se da pintura durante cinco anos. Voltou a ela conquistando em 1798 um prêmio no Salão de Paris, no qual mais tarde expôs diversas vezes. Em 1816 foi convidado por Joaquim Lebreton para viajar ao Brasil, na chamada Missão Artística Francesa de 1816. No Rio de Janeiro, participou da fundação da Academia Imperial de Belas Artes, precursora da Escola Nacional de Belas Artes e dos salões oficiais posteriores. No tempo em que morou no Brasil, Debret realizou retratos da família Imperial e instalou uma escola particular de pintura, com isso indo de encontro à hostilidade de artistas portugueses que disputavam com os franceses a liderança na criação da Academia. A respeito da missão, observou Wilson Martins em 1978: "Criando uma escola brasileira, eles iriam repudiar o gosto e os princípios lusitanos que, até então, eram os princípios e o gosto aqui aceitos e dominantes. (...) Entretanto, dilacerada por dissensões e desconfianças internas, pelas inevitáveis dificuldades burocráticas e, sobretudo, pela hostilidade dos artistas portugueses, a missão não chegou propriamente a funcionar como tal." Contudo, foi Debret o responsável pelo primeiro Salão de Belas Artes brasileiro, em 1829, e pelo implemento do ensino das artes no país. Retornou à França em 1831, quando empreendeu a publicação de sua Voyage pittoresque et historique au Brésil, edição de duzentos exemplares, em três volumes que vieram a lume em 1834, 1835 e 1839, respectivamente. A respeito de Debret, escreveu Oliveira Lima no seu livro clássico sobre D. João VI: "Percorrendo-se a formosa obra de Debret e encontrando relembradas nas suas curiosas litografias as grandes cerimônias da Corte do Rio de Janeiro, no primeiro quartel do século XIX, aclamações, funerais, casamentos, vê-se graficamente onde e como se constituiu o sentimento nacional da terra." No Brasil, integra diversos acervos: Biblioteca Nacional, Museu Nacional de Belas Artes etc. O Instituto Moreira Salles possui hoje o Highcliffe Album, organizado por Charles Landseer, que inclui trabalhos de Debret. Em 1999, o material do Highcliffe foi exposto em São Paulo (Fundação Maria Luisa e Oscar Americano) e no Rio de Janeiro (Centro Cultural Banco do Brasil) na mostra Brasil 1825-26: Charles Landseer e a missão britânica e trabalhos de Burchell, Chamberlain e Debret. Descoberto em 1924 por Alberto Rangel, que o trouxe para o Brasil, o material foi leiloado em Londres pela Christies em 1999. Adquirido pelo Instituto Moreira Salles, em 2000 foi exposto no seu espaço cultural do Rio de Janeiro e integrou a Mostra do Redescobrimento, no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Em 2003, o Museu da Chácara do Céu, no Rio de Janeiro, inaugurou a mostra Castro Maya: Colecionador de Debret.

Referências: Brésil (Paris: Firmin Didot Fréres, 1838) e Brasil (Itatiaia/Edusp, 1980), de Ferdinand Denis; Dom João VI no Brasil (José Olympio, 1945, 2. edição Topbooks, 1996), de Oliveira Lima; A Missão Artística de 1816 (Diretoria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional/MEC, 1956), de Afonso de E. Taunay; A cultura brasileira (3.ª ed. Melhoramentos, v. 2, 1958), de Fernando de Azevedo; A Missão Artística Francesa de 1816 (Museu de Armas Ferreira da Cunha, 2. ed. refundida, 1967), de Gean Maria Bittencourt; A arte maior da gravura (Espade, 1976), de Orlando Dasilva; O Rio Grande através de Debret (Samrig, 1978), de Barbosa Lessa; História da inteligência brasileira (Cultrix/Edusp, v. 2, 1977), de Wilson Martins; Viagem pitoresca e histórica ao Brasil: 1816-1831, excertos e ilustrações (Melhoramentos, 1971) e Viagem pitoresca e histórica ao Brasil (Itatiaia/Edusp, 3 v., 1989), de Jean Bapt
 
07/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes