Logotipo
Atualizado : 10/12/2016 às 13:54:03
Usuários On-Line :  0217
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Sara Goldman Belz - Sara Goldman-Belz - Sara G. Belz
Algumas Obras do artista...

                       
 
   
 
 
 
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
Belz, Sara Goldman (1940)



Currículo

Nome - SARA BELZ
Nome artístico - SARA GOLDMAN BELZ
24/02/1940 - São Paulo - SP-Brasil
Formação Artística
 Piano - Israel Pelafski "1947 a 1953"
 Sapateado com Cid Paes de Barros-1956
 Violão - Paulo e Elza Nogueira "1964 a 1968"
 Trabalho de voz Gioconda Peluzo - (1964 ) / Cláudio Goldman ( 1990 ) / Viviane Karan (1992).
 Desenho FAAP - Antonio Carelli ( 1970/71 ).
 Escola Brasil - 1971 a 1975 / Pintura ( Carlos Fajardo ) / Desenho ( Frederico
 Nasser ) / Escultura ( José Resende ) / Projetos ( Luiz Paulo Baravelli ).
 Oficina de metal - SENAC - 1974.
 Gravura em metal - 1975/76 ( Rafael Maia Rosa ) e 1980 ( Evandro Carlos Jardim ).
 Expressão Corporal - Anna Maria Barros ( 1975/76 ) / José Ordonez,Wilson
 Silva e Cristina Brandini ( 1982 a 1984 ).
Formação Universitária
 Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo - diplomada em 1959.
Participações em Salões e Exposições
2004
 Uma viagem de 450 malas-Curadoria Radhá Abramo-SESC Pompéia-janeiro/fev.
 450 anos de São Paulo-Fotografias-Foto Cineclube Bandeirantes-março Sesc Ipiranga-mês 3,4 e 5-Atelier de desenho-Paisagem,corpo humano e composição Volta a São Paulo em 80 malas-Universidade de Santo Amaro-Curadoria Dario Bueno-abril/maio
 Participação no Anuário de Artes Plásticas-volume III /Brazilian anuary of Arts Sesc Ipiranga-Oficinas de Desenho,Aquarela e Colagem- mês 6,7 e 8
 Participação no livro MAC-40 anos-Universidade de S.Paulo 22a. Expo. de Artistas Contemporâneos-Sociarte-Esp.
 Clube Sírio-maio/curadoria Enock Sacramento Show "Baião de Dois"-Pintura e música-Homenagem a Braguinha-SESC Ipiranga-15,16 e 17 de abril-Direção Iacov Hillel
 Expo. Coletiva Galeria A Hebraica-Malas- 450 anos-curadoria Meiri Levin/Radhá Abramo-maio
 Expo. Coletiva "Objetos de Arte-A Arte e a Indústria Cultural"-curadoria Luiz Castanõn-maio-Teatro João Caetano
 Expo. "O olhar fotográfico"-S.Paulo 450 anos-Gal. A Hebraica-curadoria Fernando Durão "São Paulo-451
 Visões"Expo. Coletiva de cerâmicas-450 anos de S.Paulo-Shop. -Eldorado-curadoria Galeria Cassiano Araújo
 "Volta a S.Paulo em mais de 80 Malas"-Memorial do Imigrante
 Análise e parecer de projetos para a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/2004
 Galeria André-Expo. e Leilão pró H. Câncer-apoioOsten BMW-junho
 Oficina SESC Ipiranga de julho a novembro-Desenho e Aquarela
 Convidada-Anuário Artes e Artistas- Casa do Restaurador/ Exposição coletiva no MASP-Centro /novembro/dezembro
 Exposição "Pequenas grandes obras"-Pinacoteca de Atibaia- "Jobiniando"-Show multimídia com Claudio Goldman-SESC V. Mariana-7 /12
 Expo. Gal. Cassiano Araújo-Aliança Francesa-nov/dez.- Lançamento catálogo -HOMENAGEADA- Hotel Sofitel -8/12
 Expo.Malas-Curadores-Dario Bueno/Radhá Abramo-Palácio Anhangabaú-dezembro
2003
 Oficina de desenho-objeto,corpo,natureza/ SESC Ipiranga/março,abril,maio
 Expo Coletiva-"Desassossego"-Casa de Portugal
 Paerticipação no Anuário de artes Plásticas-volume II Eleita Presidente de Honra vitalícia da APAP
 Oficina "Cor e Equilíbrio"-SESC-de junho a agosto
 MAC USP-" 40 Artistas"-16/09 a 7/12-Parque Ibirapuera-ed.Bienal XVII
 Mostra de Arte da Granja Viana-10 a 22 de setembro/Centro Brasileiro-Britânico
 Oficina "A cor na Pintura"-SESC/set-out-nov.
 Salão de Catanduva-Juri
2002
 11 / 1 a 11 / 3 - Projeto Galeria de ocupação Mário Schenberg - Produção, Exposição e dois Workshops -
 Funarte - São Paulo - SP.
 8 de março - Conferência no São Paulo Futebol Clube.
 SESC Ipiranga - Oficinas ( 6 meses ) - São Paulo - SP
 Coordenação do X Salão Paulista de Arte Contemporânea - Secretaria de Estado da Cultura.
 Aquisição de Painel para o acervo da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
 Seleção de artistas para exposições anuais na FUNARTE - São Paulo - SP.
 Exposição Individual "In Natura" - Assembléia Legislativa - São Paulo - SP.
 Curadoria coletiva "APAP 2002" - na Assembléia Legislativa de São Paulo.
 Júri do Salão de Arte Contemporânea de Bauru.
 Participação leilão Tcharne Sahm - H.Eldorado.
 Coletiva expo. Judaica - Curadoria Norma Grinberg.
 Expo e homenagem na Faculdade Maria Montessori / Aula aberta.


2001
 SESC Pompéia - Oficina de Pintura.
 Presidente da APAP - SP.
 Oficina Mazzaropi- 2 mêses de Pintura e reciclagem.
 SESC Ipiranga - Oficina ( 5 meses ).
 Doação de tela para o SESC Ipiranga.
 Indicada para a Comissão Organizadora do X Salão Paulista.
 Júri Municipal de Pindamonhangaba.
 Júri em Presidente Prudente.
 Curadoria e participação na Oficina Oswald de Andrade " 7 Artistas da APAP" - São Paulo - SP.
 Curadoria e participação na Galeria de "A Hebraica " -X Poéticas - São Paulo - SP.
 Selecionada para "Residência do Artista " na Funarte - São Paulo - SP.
2000
 Presidente da Comissão Organizadora do IX Salão Paulista de Arte Contemporânea.
 Júris do Mapa Cultural Paulista: Arujá e Presidente Epitácio.
 Coletiva Espaço Cultural Luz - Curadoria de Fernando Durão - Estação Luz - São Paulo - SP
 Coletiva FUNARTE- " 2000 e 4" - Curadoria de Roberto Biccelli.- São Paulo - SP.
 Oficinas no SESC Ipiranga ( 5 meses) / Oficina Cultural do Brás ( 3 meses )
 "Pintando e desenhando no filme",com apresentação de Vídeo e FUNARTE ( 9 aulas ).
 Individual de Pinturas - Espaço Cultural das Aerolíneas Argentinas - Aeroporto Internacional de Cumbica
 São Paulo - SP - Curadoria de Fernando Durão.
 Juri Panathlon Clube.
 Espaço na Feira de Artes e Antiguidades da Estação Júlio Prestes - Organização de André Goldman e equipe ( 4 meses).
1999
 Eleita Presidente da APAP - SP.
 Individual de Gravuras em oito cidades pelo Museu Banespa : Lorena /
 Guarulhos / Mogi das Cruzes / S.José dos Campos / Jundiaí / Campinas / Indaiatuba / Sorocaba .
 Individual de Pinturas e Performance corporal na Galeria D / Campinas - Centro Cultural.
 SESC Santo Amaro - Convidada a realizar Instalação "Memórias".
 Júris em diversas cidades : Amparo ( Salão ) / Araraquara ( Salão ) /
 Pindamonhangaba ( Mapa Cultural Municipal ) .
 FUNARTE - APAP - Coletiva "A favor da não violência".
1998
 Expo. coletiva no Museu de Arte Contemporânea de Campinas.
 Workshops em diversas cidades do interior Paulista :Lorena / Penápolis /
 Hortolândia / Pindamonhangaba / Atibaia / MAC Campinas / Prefeitura de
 Lins / Of. Cult. De Limeira / Diretoria de Cultura de Botucatu / Museu de Rio Claro .
 Coletiva Glatt - Ymagos no Museu Banespa da Av. Paulista.
 Workshop em Santa Catarina / Blumenau/ Shopping - Sede da APAP de Blumenau.
1997
 Obra reproduzida na capa da revista "A Cor da Arte" - no. 1 / Lançamento no
 Sicuâs Bar da cidade de Itapetininga - 15/01/97/ Exposição coletiva.
 Coletiva Galeria Choice SP.
 Centro Cultural de Lorena - Workshop de Pintura.
 Lorena - Câmara Municipal - Palestra sobre o Dia Internacional da Mulher.
 Homenageada no Salão de Barretos - Exposição de 2 Painéis.
 Coletiva no Iacht Clube de Santos / Av. Indianópolis - "A Mulher e o Mar".
 Bauru - Workshop no Centro Cultural de Bauru ( 48 alunos ).
 Bauru - Expo. Individual de Aquarelas e Objetos- Galeria Art Work - de Marta Caputo.
 Bauru - Espaço Cultural Yazigi-Individual de Pinturas.
 Participação por dois meses no Programa "In Concert" - Rede Vida de TV.
 Júri Municipal de Pindamonhangaba.
 Júri Municipal de Botucatu.
 Júri Municipal de São José do Rio Pret.o
 Mapa Cultural Paulista - Juris Regionais de Penápolis / Duartina / Botucatu / Bertioga.
 Coletiva Eletromidia da Arte - Painéis Eletrônicos em várias cidades Brasileiras .
 Exposição Individual de Pinturas e Workshop - Associação Cultural de Barretos.
 Coletiva de Pinturas - Galeria Choice.
 Edições de gravuras por vários anos na Gráfica Glatt -Ymagos - R.Francisco leitão 116.
 Faculdade Senador Flaquer - Santo André - 3 meses de Pintura para a 3a. idade Workshop no Museu de Rio Claro.
 Expo. Individual de Pinturas - Museu de Botucatu.
 Workshop na Oficina Cultural de Limeira.
 Homenageada com Sala Especial no Salão de Arte Contemporânea de Limeira.
 Workshop no Centro Cultural de Botucatu.
1996
 Exposição Individual de Pinturas / Galeria SENAC / Guaratinguetá e
 Workshop com 2 turmas ( 40 alunos ) -Senac e Secr. Cultura de Guaratinguetá.
 MAC / Galeria SESI - Av. Paulista - " 60 artistas do MAC - Bandeiras".
 / Aquisição de Obra e tombamento pela Reitoria da USP "Armando de Salles Oliveira".
 Galeria do Sol - São José dos Campos - Individual de Pinturas / Diretor Ennio Puccini.
 Oficina Cultural de Presidente Prudente - Workshop de Aquarelas / Secr. Estado da Cultura.
 Nomeada Presidente da Comissão de Artes Plásticas da Secretaria de Estado da Cultura SP.
 Coletiva SOS Bichos - Curadoria Mariselda Bumajni.
 Galeria de "A Hebraica" - Individual de Pinturas / Workshop de Aquarela por 8 domingos.
 Administração de curso de Pintura no Galpão das Artes (Vera Bekin ).
 Júri do Salão de Arte de Pindamonhangaba.
 Performance - Pintura em tela no Stand dos Pincéis Tigre SP / Feira "Educar" - Anhembi.
 "De Guttenberg a Bill Gates " - Coletiva no Centro Cultural Patrícia Galvão
 / Santos / Itinerância por 4 cidades / Palestra sobre gravura em metal - Curadoria - Radha Abramo.
 Júris em Atibaia,Tabatinga,Barretos,Votuporanga,Palmital,Presidente
 Epitácio e Lins - Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista.
 SESC Piracicaba - Workshop de Aquarela.
 SESC Campinas-Workshop de Aquarelas.
 "Aquarela Brasil - México 1996" - Coletiva no museu de La Aquarela - México ( 7 de julho a 8 de agosto) - org. Fac. Santa Marcelina.
 SESC Ribeirão Preto - Workshop de Aquarela / Individual de Aquarelas.
 SESC em Itapetininga - Workshop de Aquarela.
 Equipe Técnica para a escolha de 10 escultores e acompanhamento do projeto para o Arquivo do Estado de S.Paulo / D.Oficial.
 Coletiva de re - inauguração da Galeria Choice - Pinturas.
 Júri "Yara Silveira" Salão de Terracota - Convidada especial para a exposição ( Troféu Hors Concours ) .
 Guairá - Workshop de Pintura / Convenio Secretaria de Estado da
 Cultura - Prefeitura de Guaira e Banco do Brasil.
 Doação para Obras em Acervo em todas as cidades visitadas .
 Presidente Epitácio - Workshop de Pintura.
1995
 Assessora do Secretário de Estado da Cultura por 6 mêses
 Doação de Obra para a Secretaria da Criança ( APAP ).
 Capela do Palácio do Governo / Festival de Campos de Jordão - Catálogo e camisetas.
 SESC Pompéia - Coletiva Greenpeace - "50 anos da Bomba Atômica " - Percurso:
 Curitiba / Rio Grande do Sul / Museu Nacional de Tókio / Museu de Kobe
 ( doação final,Japão ) - Curadoria Radhá Abramo .
 Coletiva e lançamento do "Anuário LatinoAmericano de Artes Plásticas".
 - Paço das Artes e Buenos Aires - Organização Brasil / Argentina.Citação no Correio Editorial.
 Lançamento do Catálogo Brasileiro de Artes Plásticas - Edificio.
 Bienal - Editora Pórtica.
 Júri do Salão de Arte Contemporânea de Limeira.
 Júri do mapa Cultural Paulista: em São Roque / Guaratinguetá / Matão /
 S.José do Rio preto / Teodoro Sampaio .
 Júri do Salão de Arte Contemporânea de Presidente Prudente.
 SESC POMPÈIA - Individual de gravuras,pinturas,aquarelas,desenhos e objetos
 - Curadoria Radha Abramo e lançamento de amplo catálogo e camisetas
 / Performance musical com Cláudio Goldman e Marcelo Goldman / 14 / 11 a 14 / 12 Workshop: uma semana.
1994
 Diretoria Novo Paço das Artes öTransferência para sede Própria do Paço - Av. da Universidade no. 1
 "Candelária Urgente" - Curadoria Radhá Abramo e APAP - Brasília,Goiânia e mais 10 cidades.
 Projeto Metrô - Aprovado , publicado em livro e não realizado por falta de verbas.
 Estação designada : Parada Inglesa.
 Individual Restaurante Spoleto - SP.
 Individual Casa de Cultura de Itapeva e visita a Itararé / Obra adquirida pela Prefeitura de Itapeva.
 Coletiva Lemos Britto.
 Leilão Fac. Santa Marcelina - Expo em Ilinois ( Aquarelas ).
 " 12 Artistas Brasileiros" - Nicarágua - Curadoria Radha Abramo
 TUCA - Coletiva APAP "Tendências".
 Coletiva "Welcris" - R. Desembargador Mamede 267.
 Coletiva Lemos Britto.
 Leilão pró Nakakubo - MIS - Av. Europa 158.
 Presidente da Comissão Organizadora do Salão de Jacareí - Homenageada com Sala Especial.
 Coletiva "Chegando ao século XXI" - curadoria Radhá Abramo - Percurso:
 Metrô de São Paulo ( est. Clínicas ) / Fundação Cultural de Brasília /
 Nicarágua/Guatemala / Cuba / Memorial da América Latina ( SP ).
 Coletiva CIP - R. Antonio Carlos
 Coletiva " A Grande Viagem - Passaporte para o ano 2000" - Curadoria.
 Radha Abramo - Percurso : Espaço Stocler das Neves-SP / Aeroporto de Cumbica / Aeroporto de Congonhas / Whashington / Canadá ( Projeto de Arte em Malas ).
1993
 Coletiva "Sobre Pagú" - 8 a 18 de março - Senado Federal e 20 a 29 de março - Banco Central.
 Espaço Cultural Sonia Von Bruscky "Coletiva Contra a Farra do Boi " - abril.
 PRÊMIO APCA - Paço das Artes- Melhores exposições - Diretora - abril.
 Presidente da APAP - SP.
 Faculdade Santa Marcelina - Convidada Especial - Salão Nacional de Aquarelas - agosto.
 Participação do livro de Carlos Von Schmidt " 30 artistas e suas receitas" - agosto.
 Expo."Abras" öEsrande da Klabin - Rio de Janeiro - setembro.
 "Candelária Urgente - Chamada Geral" ( Realização APAP / Paço das Artes ).
 öExposições na Faculdade Santa Marcelina, TUCA , Bar Bohemia e 4a.
 Bienal de Santos ( Cadeia Velha )- Organização e participação .
 Proposta do projeto "Arte na Estrada" - Simpósio no Ministério dos
 Transportes ,em Brasília e no Ministério dos Transportes em S.Paulo com
 Sindicato dos Caminhoneiros, Secretaria do Meio Ambiente ,Dersa e DER
 / Projeto aprovado e não realizado por falta de verbas .
 "Candelária Urgente" - Expo. em Bauru,na Oficina Glauco Pinto de
 Moraes - out. e nov. / Ribeirão Preto - Casa Cândido Portinari - nov. e dez. / Americana e mais 10 cidades - Participação organizativa de Radhá Abramo,Lídia e 20 artistas plásticos.
 Coletiva de Artistas Latinoamericanos - Sede da OEA - Recoleta / Buenos Aires - Argentina / Organização Marilzes Petroni e Artistas Argentinos.
1992
 Expo. coletiva da Federação das Mulheres Paulistas /Pinacoteca do Estado ( março ).
 Coletiva " Contra a Farra do Boi " - março.
 Coletiva Revista "Brasilian Art" no. 2 - abril.
 Eleita Presidente da APAP - SP / junho.
 Eleita vice - Presidente do Centro Brasil - China / junho.
 Individual de Pinturas - Restaurante Biroska / Show musical com Rick Costa e
 musical D Luy / agosto e setembro.
 Coletiva Mokiti Okada para cegos - setembro.
 Leilão Museu da Escultura - outubro.
 Coletiva -Phaeton - em Taubaté - novembro.
 Sesc Pompéia - Coletiva da APAP-SO " América - 5 Séculos de Descobertas" - novembro.
 Porto Galeria de Arte "Festival Internacional de Pequeno Formato" - novembro.
 Evento Fundo de Solidariedade - doação de tela "Escolho Voar 2".
1991
 Individual de Pinturas-Galeria Arte 19 - Bogotá /Colômbia.
 Coletiva( 2 artistas ) - Galeria Figuras - Cali/ Colômbia.
 Festival Internacional das Artes - Green Moon Festival - Conferências e
 vídeos - Islas San Andrés - Colômbia.
 Itália - Individual de Pinturas - Galeria La Seggiola / Salerno / Convite
 crítico Alberto Beuttenmuller e marchand Salvatore Cinque.
 Coletivas - Contemporary Brazilian Art - Phonix / Arizona e Miranda Gallery - Califórnia.
 Oficina Oswald de Andrade - Conferência sobre Arte Contemporânea.
 Galeria Choice - Coletiva de Pinturas.
 Associação "A Hebraica" - Coletiva de Objetos.
 Galeria Choice - Coletiva paralela à Bienal Internacional de São Paulo.
1990
 Organização e participação em Workshops de Curadoria, Debates e Conferências no Paço das Artes - SP.
 Coletiva "Jardim Contemporâneo" - SP.
 The Internacional Museum of 20th Century Arts - Los Angeles.
 Coletiva Espaço Atlântica - Organização Yara.
 Coletiva "Brasilian Art" - Participação Revista Brasilian Art.
 Organização e participação na 1a. Expo em movimento - Carreata pró Fleury 90 ösetembro.
 Participações desde o início da carreira em pinturas de Painéis, Bandeiras
 e camisetas para Campanhas eleitorais ( Goldman, Fernando Henrique, Quércia e tantos outros ).
 Coletiva Shopping Iguatemi "Caminhos e camisetas".
 Coletiva "Museu de Arte Moderna do Século XX" öLos Angeles.
 Coletiva Lemos Britto - Equipe Eventos Especiais ( Vera Bekin ) - Rua 13 de maio 717 / Participação em vídeo dos artistas.
1989
 Diretora do Paço das Artes - Exposições nacionais e Internacionais de
 Artistas Brasileiros / Promoção de Cursos,Debates, Itinerâncias e estímulo
 aos vários agrupamentos artísticos.
 "Inovação" - Coletiva Galeria Choice.
 Individual de Pinturas - Ribeirão Shopping / Performance vocal e corporal
 MAC Campinas - Individual de Pinturas - Performance vocal e corporal.
 Direção e Arquitetura de Fábio Gerbinska/Participação musical de Marcelo
 Goldman e Cláudio Goldman.
 Oficina Cultural Três Rios ( Oswald de Andrade ) - Conferência com slides / Performance vocal com Cláudio e Marcelo Goldman / Performance corporal com Wilson Silva e Grupo de dança .
 Museu de Arte Moderna - Leilão em Benefício do ator Paulo Yutaka.
1988
 Exposição Itinerante de Aquarelas por 19 cidades do interior de
 S.Paulo com Workshop dos artistas "Tinta / Pincel / Água/Papel" - Organização Sara Goldman ( Paço ) e Marina Garrido ( DARC ).
 Nomeada pela Secr. Cultura de SP para selecionar artistas do interior para expor no saguão da Secretaria.
 Coletiva MAC 25 anos - Museu de Arte Contemporânea de São Paulo.
 Faculdade Santa Marcelina - Convidada Especial do 1o. Salão de Aquarelas.
 1a. Expo. Brasil - China - Primeira exposição da América Latina em Pequim - Organização Sara Goldman / Paço das Artes / Embaixada da China - 40 Pintores Brasileiros - Galeria de Belas Artes de Pequim / 1a. Exposição Internacional do Paço das Artes ( na comitiva as artistas Sara Goldman, Diana Martire e Vera Martins ) .
 Marília - SP - Coletiva de Mulheres nas Artes.
 Chelsea Gallery - Individual de Pinturas / Organização Chelsea Gallery Hotel Moffarrej Sheraton - Al.Santos .
 "Liberdade Paraguai " - Organização prof. João Rossi - Coletiva de Gravuras - Paraguai e Estados do Brasil.
 CERET - Performance Vocal.
 Paço das Artes - Performance Vocal / Trabalho de corpo com Cristina Brandini.
 Museu de Arte Contemporânea - Coletiva - Obra no Acervo do MAC.
 Ministério da Cultura - Participação em Simpósio de Diretores de Museus.
 Diretora Técnica do Paço das Artes da Secretaria de Estado da Cultura.
1987
 Café Belas Artes - Coletiva em Homenagem a Oswald de Andrade - SP.
 Mogi Guaçu - Individual de Pinturas e performance vocal - Maison Laços.
 Individual de Pinturas e performance vocal - Espaço Arquiteto Fábio Gerbinska.
 Galeria Battery Point - SP - Expo de Natal. Coletiva Embu-SP.
 A Galeria - Lemmos Brito "Lisboa / Portugal " Coletiva " Monumento dos Descobrimentos".
 Coletiva Homenagem a Oswald de Andrade - Museu de Arte do Rio Grande do Sul - Porto Alegre /Coletiva Museu Villa Lobos - Rio de Janeiro..
 Galeria Graffiti - Bauru - SP - Individual de Pinturas.
 Museu da Casa Brasileira - SP - Coletiva de Gravuras.
 Galeria Galpão - Uruguai - Montevidéu - Coletiva de Gravuras.
 1o. Salão Nacional de Artes Plásticas de São Paulo - Convidada Especial
 Centro Cultural SP / Reitoria da Universidade do Rio Grande do Sul /Porto Alegre.
 Galeria Ars-Artis - Coletiva Três Pintores-SP.
 Bienal de São Paulo - Vídeos - 5 dias de projeção do Vídeo"Azul" - Obras da Artista e performance vocal e corporal.
 1a. Bienal de Marília - Prêmio Aquisição em Pintura.
 Nomeada Diretora da Galeria Paço das Artes da Secretaria de Estado da Cultura ( setembro ).
 Eleita para a nova Diretoria da APAP - SP.
1986
 Secretaria do Interior - 1o. Salão da Paz - coletiva alunos detentos.
 Convidada Especial para "Premio Internacional Brasil - Extremo Oriente"
 - Taippei Fine Arts Museum - Taippei / Taiwan..
 Coletiva "Portugueses DAlem Mar e seus parceiros" - Portugal.
 Clube "A Hebraica" - Coletiva "Mulheres nas Artes ".
 Paço das Artes - Individual de Pinturas - Performance vocal - lançamento dos
 músicos Cláudio Goldman e Marcelo Goldman.
 Expo Bienal - Congresso Internacional de Gastroenterologia - Prédio Bienal de S.Paulo.
 Spazio Pirandello - Coletiva Leilão Guy Ramos-SP.
 Faculdade Santa Marcelina - Individual de Pinturas / 5a. Semana de Arte - Aula Aberta de Pintura.
 Participação como Organizadora da II Semana de Arte Contemporânea de
 Críticos e Artistas / Paço das Artes - SP.
 Shopping Center Iguatemi- Coletiva "Espaço Nobre" - SP.
 Bienal Internacional de Havana - Cuba / Catálogo Internacional.
1985
 Centro Cultural S.Paulo - Direção Oficinas Culturais.
 Coletiva marchand Jamil Signorini.
 PINACOTECA DO ESTADO - "O Reencontro" - com Sonia Rezze e Teresinha Ehmke - Pinturas.
 Expo. didática-Escola V. Santa Catarina -SP.
 Expo. Leilão Francisco Castro Ramos Neto-SP.
 5o. Poucos e Raros - Rio de Janeiro.
 Coletiva em benefício do "Quintal" -SP.
 SOS Tuca - Maksoud Plaza - SP.
 Galeria Choice - R.Oscar Freire 440 - Individual de Aquarelas
 Coletiva Café Belas Artes - SP.
 Trabalho nas Penitenciárias do Estado (2) - Coletiva dos alunos
 detentos - Centro Cultural S.Paulo.
 Coletiva de Artistas - Stand Casa e Jardim - Palácio das Convenções - Anhembi-SP.
1984
 Individual de Aquarelas - "Chá Jasmin" - SP.
 Expo. " Diretas Já" - Centro Cultural SP e Pinacoteca do Estado - SP.
 Spazio Pirandello - Expo. Olimpíadas.
 Spazio Pirandello - "Artista do mês" - convidada.
 Leilão Rádio Clube - Apoio ao Sindicato dos Metalúrgicos de SP.
 II Congresso da Federação das mulheres Paulistas - Anhembi - Palácio das Convenções.
 Museu de Arte Brasileira - FAAP-SP -" Coletiva Judeus no Brasil"
 4o. Poucos e Raros - Humberto tecidos SP - Al. Gabriel M. da Silva.
 "Divina Comédia" - Coletiva Corações Paulistanos - Pinturas - Performance com Cildo Oliveira.
 Leilão Documenta - Clube Harmonia-SP.
 Expo.Associação Paulista de Medicina - em 10 cidades do Estado de SP.
 Hospital das Clínicas - Expo.coletiva APM - APAP.
 Eleita para a Diretoria da Associação Profissional de Artistas Plásticos de S.Paulo.
1983
 Prof. de Pintura - SESC Pompéia.
 Leilão em benefício de Antonio Lizarraga - Galeria Paulo Figueiredo.
 Expo. coletiva - SEPACP SP.
 "A Hebraica" - Expo. coletiva.
 Galeria SESC Paulista - SP- Individual de Aquarelas - exibição do
 Vídeo - performance "Azul" - 3o. Poucos e raros.
1982
 1o. Festival das Mulheres nas Artes - Promoção "Revista Nova" e Teatro Ruth Escobar. Teatro Govinda - Execução de Painéis e pinturas para a peça "MadamePommery" - t exto de Alcides Nogueira - Direção de Antonio Abujamra - Contratada sob concurso para Professora de Pintura do SESC Pompéia.
1981
 Coletiva Cebrade - Petit Galerie - Rio de Janeiro.
 Galeria Selection Arte - Grupo São Paulo - Pinturas.
 Spazio Pirandello - SP - Coletiva de Gravuras.
 Café Bexiga - Coletiva de gravuras do Grupo 4a. Feira / Poetas do grupo
 "Sanguinovo" - Poemas do Poste.
 Casa da Mulher - Coletiva-SP.
1980
 "Poucos e Raros" - Biblioteca Mário de Andrade - SP.
 Desenhos - Congresso de Psicanálise - Hotel Nacional - Brasilia.
 "Dois Metros e Um Espaço" - Sede Própria da Coop. dos Art. Pl. de SP - Rua João Cachoeira.
 "O Contemporâneo em linhas novas" - Centro Campestre do SESC.
 Coletiva Chapell Scholl - SP.
 "Aquarelas" - Banco Francês e Brasileiro - SP.
 "O desenho como instrumento - Restaurante "O Profeta" - SP.
 Bienal Internacional de Artes Gráficas - Alemanha.
 Gravuras - Hotel Hilton - SP.
 2o.Poucos e Raros - Clube Atlético Paulistano - SP.
 Aquarelas - Centre dÉtudes d Art Contemporain - Fundação Juan Miro - Barcelona - Espanha.
 Expo. de Painéis - Teatro Franco Zampari - SP - Estréia da peça " Geni" de Chico Buarque / Organização de Cezira Carpanezzi.
 Cooperativa dos Artistas Plásticos / novembro - "Sobre São Paulo".
 Eleita para a Diretoria da Cooperativa dos Artistas Plásticos de S.Paulo.
1979
 Expo Galeria Paulo Figueiredo - Uberaba ( Cooperativa dos Artistas Plásticos ).
 Expo. de Gravuras - Belo Horizonte.
 Expo. de Solidariedade ao fundo de greves - Galeria Graphus - SP.
 "O desenho como instrumento"- Coop. dos Artistas Plásticos - PINACOTECA DO ESTADO.
 Expo. de gravuras do grupo 4a. feira - Galeria Bric-Lançamentp do álbum de gravuras "Intimismo".
 Expo do Grupo 4a. Feira - Whipptons Gallery - Johannesburgo /Àfrica do Sul.
 "Arte Hoje" - Banco Francês e Brasileiro - SP.
 "Procop Arte " - Teatro Procópio Ferreira-SP.
 "O desenho como instrumento" - Whashington / EEUU.
 Expo. de Gravuras-Santo André - Coop. dos Art. Plásticos de SP.
1978
 Expo. do Grupo 4a. Feira - Museu de Arte de S.Paulo ( MASP ) - Lançamento do
 livro de reproduções do Grupo - 2000 exemplares / 2000 cartazes.
 Expo. de Solidariedade ao Teatro 13 de maio - SP.
 Expo. de Solidariedade á Campanha Goldman - Rezk - SP.
 Coletiva Galeria Shopping News - SP.
1977
 III Concurso Nacional de Artes Plásticas - Parthenon Center - Goiania.
 Coletiva de Gravuras - Teatro Vila Velha - Salvador.
 Salão de Santo André de Arte Contemporânea / Centro Cívico.
 Expo. de Gravuras do Grupo 4a. Feira - Galeria Alerida - Madri /Espanha.
 Expo. de Natal - Galeria Eucatex - Expo / São Paulo
 Expo. de Solidariedade ao Jornal "Nós Mulheres" / Fundação Getúlio Vargas / SP.
 II Salão Campolimpense de Arte - Campo Limpo / Paço Municipal.
1976
 9o. Salão de Santo André de Arte Contemporânea/Centro Cívico.
 IX Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - Premio Aquisição em desenho.
 VII Salão Paulista de Arte Contemporânea - Paço das Artes - SP.
 Salão de Ribeirão Preto.

1975
 Piracicaba - VII Salão de Arte Contemporânea - Casa das Artes Plásticas
 Ribeirão Preto - Salão de Arte Contemporânea.
 XVIII Salão de Arte de São Bernardo do Campo - Premio pelo conjunto de gravuras.

CRITICAS

SARA, ARTE, PAIXÃO E VIDA
Sorriso franco, peito aberto, gestos largos e muita, muita alegria de viver. Esta é Sara Goldman-Belz, enquanto ser humano e enquanto artista. Quanto ao ser humano é amiga e mantém atividades pessoais e profissionais dentro de critérios rígidos e humanos. Quanto à artista, desde muito cedo a arte tem tido presença marcante em sua vida, nas mais variadas formas de expressão ( música, teatro, canto ). Como artista plástica inicia seu aprendizado em 1973 e vem, desde então, pesquisando e aprimorando constantemente sua performance, o que pode ser constatado em mais de duas centenas de mostras individuais e coletivas que tem realizado pelo Brasil e no exterior.Nesta nova exposição temos a oportunidade de ver em suas obras mais recentes toda a carga intelectual e emocional que constituem o mundo da artista. É preciso vê-las com a acuidade da razão, mas também com os olhos a alma e do coração, como certamente ela iria gostar.Este seu trabalho é resultante do aprendizado e vivência de trinta anos de pesquisas nas variadas técnicas que domina muito bem: a gravura, o desenho, a aquarela e a pintura. O real pode ser seu subsídio, mas é o emocional que a inspira. O que consegue é uma obra forte e vibrante, onde o gesto, o traço largo, a intensividade colorística, o ocasional e a emoção se encontram de forma única. Para dar vazão a tudo isto, só grandes superfícies. Ela abusa da matéria, dos vermelhos e dos amarelos; verdes, azuis e brancos são como respiros, para nos dizer ou conduzir às suas próprias emoções. A arte é paixão e paixão é vida. E assim é Sara.
Elvira Vernaschi Historiadora e Crítica de Arte / junho 2002 Membro da ABCA - Associação Brasileira de Críticos de Arte - AICA - Associação Internacional de Críticos de Arte
---///---
Textos de Críticos de Arte,Jornalistas e Filósofos (trechos)
"Sara Goldman-Belz possui uma sensibilidade e um refinamento no tratamento da cor.o emprego da ransparência diminui os contrastes nas passagens dos tons e cria zonas de luminosidade e penumbra, dando maior complexidade no relacionamento das cores e maiores possibilidades de elacionamentos formais.A figura humana é tratada om emoção,sem limites precisos,de maneira lírica,ás vezes exótica, comovente."
Fábio Magalhães - Diretor da Pinacoteca do Estado,crítico de arte - Exposição do Grupo São Paulo - Galeria Selection Arte - 1980.
---///---
Cheia de energia,a pintura de Sara Goldman-Belz é feita de paixão,de tumultos interiores,de tempestades emocionais,onde uma alegria ao nível do Universo encontra equilíbrio e amplidão na abertura formal e cromática do quadro. A Obra desta artista brasileira se inspira em certos grandes ritmos cósmicos,ás vezes celestes,terrestres ou marítimos.Estes espaços preocupam visivelmente seu trabalho e fazem vibrar sua pintura.Trajetórias siderais,embaraçamentos estelares,deslizamentos de nebulosas,rendas de grandes nuvens sobre o azul,tais são entre outras cadências as representações abstratas da imaginação lírica de Sara Goldman-Belz. Estas imagens podem também repercutir na figuração de um rosto humano.Voluntariamente sobre o agenciamento de suasformas e de suas cores,ela impregna sua Obra tanto de sensíveis quanto secretos ardores.
André Verdet / 1989 / Paris
---///---
"Está muito bonita a sua exposição.Gostei especialmente de "Consciência cerebral " "Aquela coisa toda" e das "Aventuras da Família" ...
Mário Schenberg - Cientista,filósofo,crítico de arte Expo. Galeria SESC Paulista ö1983
---///---

" A impulsividade gravita sobre cada obra e se chegamos muito próximo elaentontece.Afastando para mais longe,uma estranha luz se intensifica,funcionando como um imâ hipnótico.A artista domina seu oficio de talforma,que a ausência de um micro ponto pode desestabilizar o campovisual.Há um a ludicidade no fazer de Sara ,que trabalha a superfície numa atuaçã o de liberação e movimento...
Ciça França Lourenço - Diretora da Pinacoteca do Estado,C rítica de Arte,Historiadora Expo. Resgatar na Pinacoteca 1985
---///---
"A Sara é essa explosão de vida,de cores,de alegria,essa risada transparente e contagiante,essa energia e essa força.O melhor retrato que conheço de Sara é a tessitura de suas obras e as cores vivas de suas telas..."
Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro - Diretor do Banespa,Economista Catálogo Expo.Paço das Artes - 1986
---///---
"...ela que organizou junto com a APAP - SP ,como Presidente da Comissão Organizadora do III Salão Paulista de Arte Contemporânea ,a reunião nacional que culminou com a formação da 1a. Federação Brasileira de Entidades de Artistas Plásticos Profissionais.Viajar pelo mundo de Sara é conhecer o limite do infinito.Seu livro "Da Noite á Aurora" é uma trajetória de sua libertação como ser humano...
Baby Garroux - Jornalista sobre o lançamento do livro "Da Noite á Aurora"-1986
-"Sara Goldman-Belz começa uma nova trilha em sua pintura,onde irá descobrir novos mundos,á maneira dos antigos navegadores que,apesar de conhecerem formas de orientação,ainda assim descobriram mundos sem o saberem...Houve um amadurecimento em sua obra,graças ao abstracionismo,pois nele o pintor não possui a segurança da realidade,mas ao contrário,necessita criar realidades novas e misteriosas.Esse Expressionismo nada tem a ver com o Expressionismo Histórico,matéria principal dos povos nórdicos.Antes,é um Expressionismo tropical,de cors fortes,Expressionismo mágico,manejado pela intuição e os mistérios de sua consciência ."
Alberto Beuttenmuller - Diretor do Paço das Artes,Presidente da ABCA-SP,Membro da AICA Expo. Paço das Artes ö 1986
---///---
"A sabedoria da pintura de Sara Goldman-Belz é num certo sentido escondida.Não a advertimos.Antes temos a impressão ao primeiro impacto de um abalo dos sentidos.Depois,a fantasia reúne os sentidos que pareciam esparsos,e atrás da preciosa força da luz,no interior mesmo da matéria,alguma coisa se agrega, a estrutura se recompõe.O quadro se torna frente a nossos olhos, um mundo recriado ,a memória de algo que se infiltrou dentro de nós e que não sabíamos nem mesmo possuir,magia da cor e de seu poder de transfiguração..."
Emanuel Von Lauenstein Massarani - Crítico de Arte e Curador - Expo. Galeria Ars Artis - 1987
---///---
"PINTURA COM MÚSICA"
Ex- cantora profissional,Sara interpreta duas canções na abertura de sua mostra individual - Pouquíssimas pessoas tiveram a oportunidade de ouvir Sara Goldman-Belz cantar.Foi assim que ela começou a carreira artística,chegando a ser interprete profissional.Sara não sabe explicar como aconteceu,mas aos poucos descobriu as cores e as tintas e foi se voltando para as artes plásticas,deixando de lado o canto.Hoje ,ela é uma respeitada pintora que atrai muitos visitantes onde quer que mostre suas obras.No Paço das Artes não será diferente.A partir das 19 horas,Sara expõe nada menos do que 40 telas,e de quebra interpreta Cry me a river e Atrás da porta.Não se trata de uma volta da pintora á carreira de cantora,embora ela confesse que até poderia ser. Na verdade,Sara quer apresentar seu filho Cláudio Goldman,que acaba de receber o prêmio de melhor intérprete no Festival de Música da cidade de Lavras,em Minas....Cláudio fez questão de trazer amigos,também músicos e cantores,além de um octeto vocal que ele próprio regerá.
Antonio Gonçalves Filho - jornalista-1986 - Expo. Paço das Artes - Caderno 2 - O Estado
---///---
"Mais um passo do Paço" - Três fatos importantes acontecem hoje no Paço das Artes:ele completa sua maioridade,passa á denominação oficial de Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho e tem agora em sua direção a artista plástica Sara Goldman....
. Eneida Quinelato - jornalista 1988 - Caderno 2 - O Estado
---///---
"Personnage" - Sara Goldman-Belz.Uma constelação maior na constelação dos humanos,fulgurante de talento em sua sensibilidade,ela apresenta de 4 a 22 do corrente no Paço das Artes (Av. Europa 158),sua primeira individual de pinturas .E o talento de Sara abrange também suas poesias( em 85 lançou "Da noite á Aurora",uma trajetória de sua libertação como ser humano).seu passar pela vida se emocionando com a solidariedade e se entristecendo com a competição sem sentido...
Glorinha Cohen - jornalista - senha Judaica - 1986
---///---
A artista plástica Sara Goldman está desenvolvendo sua arte a 16 anos, nascida em SãoPaulo,nunca teve a intenção de morar fora...mas acha importante conhecer outros países e tipos de cultura.....Atualmente está dirigindo o Paço das Artes,a única Galeria Oficial da Secretaria de Estado da Cultura,em São Paulo, apoiando exposições individuais e coletivas de artistas plásticos,assim como cursos no espaço que dirige...aulas gratuitas de desenho,pintura,aquarela,gravura,dança,etc...está sendo realizada uma exposição coletiva itinerante de Aquarelas por 19 cidades do interior,sendo que nestas cidades, acompanhando a exposição,está sendo feito um "Workshop" de aquarelas...
Verinha Abbate - jornalista Jornal Zona Sul-1988
---///---
...Ao controlar suas emoções e espírito,adquire controle sobre a matéria.Sara passa a ter controle absoluto sobre tudo.Sua produção artpistica adquire requinte estético envolto em sutilezas emocionais...Aquilo que era espanto e êxtase cede lugar á serenidade e ao amor..Alquimia pura...A exposição que temos o privilégio de contemplar neste momento ,nos mostra Sara Goldman repensando sua própria trajetória, usando sua pintura e a si mesma como referencial para sua criação...
Antonio Zago - crítico de arte-membro da ABCA - 1988 - Chelsea Gallery
---///---
...As obras da exposição se reportam á Action Painting.O acidente provocado pelo amálgama dos materiaisdispostos nas telas sofre,entretanto a orientação e o desígnio da artista.As cores e a conjugação da suamatéria pictórica seguem o curso da sensibilidade da artista...
Radha Abramo - Crítica de Arte - 1988 - Expo.Chelsea Gallery
---///---


GESTUAL DA ALEGRIA
....Seu maior compromisso é com a cor,que invadiu livremente os suportes,marcando movimentos vibrantes,iluminados,estimulantes.Sara tem Astral ! È envolvebte e sua linguagem sensível e pessoal.Trabalha com novas propostas,ritmos e idéiais.Ficará na história das grandes pintoras ...
Luís Henrique Saia - jornalista-colunista - Revista AZ - Exposição SESC Paulista - 1985-
---///---
Sara Goldman-Belz ,até o dia 30,mostra as suas pinturas na Chelsea Art Gallery ( Rua Estados Unidos 1.591 ).Trata-se de uma artista que tem desenvolvido uma atividade em ritmo vertiginoso.È bom observar de perto os motivos e a confiança capazes de produzirem tanta energia...
Jacob Klintowitz - Crítico de Arte öJornal da Tarde - Expo.Individual Chelsea Art Gallery - 1988
....as pinturas de Sara Goldman-Belz transpõem para a tela ou o veludo,a magicidade de sua expressão informal.Seus trabalhos refletem a pura força da espontaneidade do sentimento da verdadeira paixão pelas composições abstratizantes,que alcançam um lirismo de origem musical...
J.Henrique Fabre Rolim - Crítico de Arte-ãA Tribuna" e ãNuevas de Espana" Expo. Individual Paço das Artes-1986
---///---
...Depois de sua viagem á China ,em julho de 1988,Sara pintou uma série dequadros brancos e pretos, usando esmalte sintético. A artista sentiu anecessidade de pintar o mundo que ela via,pintar formas simples: listras brancas no meio do preto substituem suas danças de cores e formas...È bom que os dois mundos de Sara ,o meditativo e o explosivo,figuremjuntos...conquanto os dois são expressão desta artista que,a nosso ver,numa próxima fase,unirá seus dois mundos:o visionário meditativo e a alegria transbordante...
Lisetta Levi - Crítica de Arte - Expo.Chelsea Art Gallery - Revista Veja - 1988
---///---
"Sara Goldman:Um caso particular"
A produção plástica de Sara Goldman vem configurar um caso muito particular em relação ao que os artistas de sua geração têm produzido.Curiosamente não aderiu ás poéticas da Nova figuração dos anos 60 nem ás tendências conceituais que aqui se desenvolveram durante a década de 70.Embora também não pertença á geração ligada ás correntes informais, é na arte abstrata que encontra os referenciais mais significativos para a sua produção....Do perfeito domínio de seu ofício, embora forma e cor configurem um universo nitidamente abstrato,o seu processo evidencia cada vez mais uma vontade construtiva...Sara Goldman produz compulsivamente,encontrando no trabalho artístico um processo terapêutico na busca do equilíbrio e de encontro com o seu próprio "Eu"...A sua produção, ligada aos profundos labirintos do inconsciente,vem evocar a lenda do Minotauro...Mas a cor impactada, esse grito escancarado,fruto do gesto incontido, retornou com toda a força nessa exposição que ela própria chamou de "Regatar"...
Vitória Daniela Bousso - Crítica de Arte outono 1989 - Expo. individual MAC Campinas e Ribeirão Shopping
---///---
Expo Aquarela-tinta pincel água-papel-itinerante por 19 cidades ö1988/89
...A obra de Sara "Riquezas e delicadezas" é o resultado de um movimento relativamente controlado dos pigmentos diluídos e do spray,que parecem seguir o curso do próprio pensamento e da sensibilidade e que lembram manchas do teste de Rorschach ...
Enock Sacramento - Crítico de Arte ABCA/APCA
---///---
Expo.Galeria Choice e Gal. Ars Artis - 1987
"A New Force In Brazilian Abstract Art" - This critic was eating an ice cream cone(chocolate ice-cream with almonds ) when walking down Oscar Freire,I was struck bay the apparently haphazard abstract form is stunningly arresting colors of blue over yellow,turning green where the two colors were overlaid.Her exhibit at the Galeria SESC in 1983, wasnoted for her "Cerebral Conscience" and "Adventures of the family".Sara Goldman possess a sensivity and refinement in the treatment of color and the texture of ther paints She creates zones of light and darknesscreating a marked complexity in the interrelationship pf hues and offering greater possibilities for formal relationships.Somes critics consider her work to be devoid of intervention of theintelect.Her art overflows with vigor just as her own personality and fiery read hair transmit a vast love of life.They reflect her stunning,vibrant spirit.
Sol Biderman - Jornalista-Crítico de Arte ö Jornal Daily News
---///---
"Dupla credencial" - Percurso e Universo Artístico de Sara Goldman-Belz , no SESC Pompéia...é um acontecimento cultural absolutamente fiel ao título...Em sintonia com essa perspectiva,a exposição reúne não so aquarelas,guaches,gravuras,óleos e obras em fibra de vidro e resina- realizações de Sara ao longo dos anos 70 e 80,bem como da década tual.Exibe,simultaneamente,toda uma gama de pequenos ícones capazes de nos fazer deslizar,atrevida e consentidamente para o interior do universo dessa personalidade marcante das artes plásticas brasileiras... Personagem,mencione-se,que merece ser celebrada não só em razão de seu admirável fazer artístico,senão também pelo alcance da visão que cultiva relativamente á própria arte.Visão que a conduz a ponderar que a pedagogia da arte atende, sobretudo,ao refinamento da sensibilidade da pessoa.Essa afirmação ,agregada á declaração de que "a cultura é a coisa mais importante que uma pessoa possa ter,mais do que qualquer bem material" dimensiona a estatura de Sara ao acenturar sua dupla credencial: a de artista e a de militante cultural.Radhá Abramo-Expo "Percurso e Universo de Sara Goldman-Belz"-Catálogo com 20 páginas de texto-1995- SESC Pompéia-......Sara tem um nome bíblico.Carrega consigo uma sólida cultura ancestral,crivada de significados influentes em sua vida.Residem nela avontade do saber e do fazer artístico.São as suas armas de luta e de sobrevivência física e intelectual.As portas lhe são abertas,seja pela perseverança,insistência ou empatia,todas movidas pela tenacidade fluida com doçura,característica estratégica da sua sensibilidade.È ela que alinhava os mil recortes e derivações de um objetivo em curso ,mantendo incólume o fio da meada.
Danilo Santos de Miranda - Diretor Regional do SESC do Estado de São Paulo - 1995 Pompéia


 
Fonte: P.Artes - 24/07/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes