Logotipo
Atualizado : 09/12/2016 às 16:53:38
Usuários On-Line :  0250
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Lina Bo Bardi - Achillina Bo Bardi
Algumas Obras do artista...

                             
 
   
 
 
 
                       
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
Bardi, Lina Bo (1914 - 1992)



Biografia Resumida

Achillina Bo Bardi (Roma, Itália 1914 - São Paulo SP 1992). Arquiteta, designer, cenógrafa, editora, ilustradora, diretora de museu. Após estudar desenho no Liceu Artístico, forma-se, em 1940, na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Roma. A faculdade, então dirigida pelo arquiteto tradicionalista Marcello Piacentini (1881 - 1960), privilegiava uma tendência histórico-classicizante, que Lina chama de "nostalgia estilístico-áulica". Em desacordo com essa orientação valorizada pelo fascismo, predominante em Roma, ela se transfere para Milão, onde vem a trabalhar com o arquiteto Gió Ponti (1891 - 1979), líder do movimento pela valorização do artesanato italiano e diretor das Trienais de Milão e da Revista Domus. Em pouco tempo ela própria passa a dirigir a revista e a atuar politicamente integrando a resistência à ocupação alemã durante a Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945) e colaborando com o Partido Comunista Italiano - PCI, então clandestino.1 Ainda em Milão, funda, ao lado do crítico Bruno Zevi (1918 - 2000), a Revista A - Cultura della Vita.

Em 1946, após o fim da guerra, casa-se com o crítico e historiador da arte Pietro Maria Bardi (1900 - 1999), com quem viaja para o Brasil - país no qual o casal decide se fixar, e que Lina chama de "minha pátria de escolha".2 No ano seguinte, Pietro Maria Bardi é convidado pelo jornalista Assis Chateaubriand (1892 - 1968) a fundar e dirigir o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - Masp, em São Paulo. Lina projeta as instalações do Museu, em que se destaca a cadeira dobrável de madeira e couro para o auditório, considerada "a primeira cadeira moderna do Brasil". Em 1948, funda com o arquiteto italiano Giancarlo Palanti (1906) o Studio dArte Palma, voltado à produção manufatureira de móveis de madeira compensada e materiais "brasileiros populares", como a chita e o couro. Sua inserção mais efetiva no meio arquitetônico nacional se dá, inicialmente, pela atuação editorial, quando funda, em 1950, a revista Habitat, que duraria até 1954. No ano seguinte, projeta a sua própria residência no Morumbi, apelidada de "casa de vidro", e considerada uma obra paradigmática do racionalismo artístico no país. Esse papel de destaque se completa em 1957, quando inicia o projeto para a nova sede do Masp, na Avenida Paulista (completado apenas em 1968), que mantém a praça-belvedere aberta no piso térreo, suspendendo o edifício com um arrojado vão de 70 metros.

Em 1958, transfere-se para Salvador, convidada pelo governador Juracy Magalhães a dirigir o Museu de Arte da Moderna da Bahia - MAM/BA (Salvador BA). Lá, realiza também o projeto de restauro do Solar do Unhão, um conjunto arquitetônico do século XVI tombado pelo Patrimônio Histórico, e se relaciona criativamente com uma série de importantes artistas vanguardistas, como o fotógrafo e etnólogo francês Pierre Verger (1902 - 1996) e o cineasta Glauber Rocha (1938 - 1981). De volta a São Paulo após o golpe militar, em 1964, incorpora em seus projetos o legado da temporada nordestina na forma de uma radical "experiência de simplificação" da linguagem. Sua obra a partir daí assume contundentemente o caráter do que qualifica como "arquitetura pobre". São exemplares importantes dessa última fase de sua carreira os suportes museográficos da exposição "A mão do povo brasileiro", 1969, feitos de tábuas de pinho de segunda, o edifício do Sesc/Pompéia, 1977, adaptação de uma antiga fábrica de tambores, e o Teatro Oficina, 1984, construção que dissolve a rigidez da relação palco-platéia através da criação de um teatro-pista, como um sambódromo.

Lina Bo Bardi - Principais realizações e projetos

1947
 Industrial Design de jóias "semipreciosas" (brasileiras).
 MASP, rua 7 de abril, São Paulo, SP
 Edifício Diários Associados, Rua Álvaro de Carvalho, São Paulo, SP

1950
 "Habitat, Revista das Artes no Brasil", São Paulo, SP

1951
 Trajes para um desfile de moda no MASP, São Paulo, SP
 Bardis Bowl (cadeira)
 Casa de Vidro, Morumbi, São Paulo, SP
 Museu à beira do Oceano, São Vicente, SP

1955-1957
 Redação da tese Contribuição Propedêutica ao Ensino da Teoria da Arquitetura (1957)

1957
 Concurso para Mobiliário, Cantù, Itália

1957- 1968
 MASP, Avenida Paulista, São Paulo, SP

1958
 Casa Valéria P. Cirrell, São Paulo, SP
 Casa do Chame-Chame, Salvador, Bahia
 Casa Mário Cravo, Salvador, Bahia

1959
 Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Bahia
 Solar do Unhão, Museu de Arte Popular, Salvador, Bahia

1960
 "Ópera de três tostões", cenografia, Teatro Castro Alves, Salvador, Bahia

1961
 "Calígula", cenografia e figurinos, Teatro Castro Alves, Salvador, Bahia

1962
 Conjunto das Artes, Rua Pamplona, São Paulo, SP

1963
 Museu do Mármore, Monte Altissimo, Carrara, Itália

1965
 Museu do Instituto Butantã, São Paulo, SP
 Pavilhão no Parque Lage, Rio de Janeiro

1968
 "A Compadecida", cenografia, filme de George Jonas

1969
 "Na Selva das Cidades", cenografia e figurinos, Teatro Oficina, São Paulo, SP
 "A Mão do Povo Brasileiro", exposição, MASP, São Paulo, SP

1971
 "Gracias Señor", cenografia, Teatro Tereza Rachel, Rio de Janeiro, RJ

1975
 Camurupim, Comunidade Cooperativa, Propriá, Sergipe

1976-1982
 Igreja Espírito Santo do Cerrado, Uberlândia, Minas Gerais

1977
 SESC Pompéia, São Paulo, SP

1978
 Capela Santa Maria dos Anjos, Ibiúna, SP

1982
 Design no Brasil: História e Realidade, exposição, SESC Pompéia, São Paulo, SP
 Mil brinquedos para a criança brasileira, exposição, SESC Pompéia, São Paulo
 Museu de Arte Moderna, Parque do Ibirapuera, São Paulo, SP

1984
 Caipiras, Capiaus: Pau-a-Pique, exposição, SESC Pompéia, São Paulo, SP
 Teatro Oficina, São Paulo, SP (com Edson Elito)

1985
 "Entreato para crianças", exposição, SESC Pompéia, São Paulo, SP
 "Ubu - Folias Physicas, Pataphysicas e musicaes", cenografia e figurinos, São Paulo, SP

1986
 Teatro Polytheama, projeto, Jundiaí, SP
 Centro Histórico da Bahia, Plano de Recuperação, Salvador, Bahia

1987
 Casa do Benin, Salvador, Bahia Ladeira da Misericórdia, Salvador, Bahia

1988
 Casa do Olodum, Salvador, Bahia
 "África Negra", exposição, MASP, São Paulo, SP
 Centro Cultural de Belém, Lisboa, Portugal

1989
 Casa do Brasil, Uidá, Benin
 Fundação Pierre Verger, Salvador, Bahia
 Teatro das Ruínas, Campinas, SP

1990
 Estação Guanabara, Centro de Convivência UNICAMP, Campinas, SP

1991
 "Pavilhão do Brasil", Exposição Universal de Sevilha, Espanha
 Centro de Convivência Vera Cruz, São Bernardo do Campo, SP

1990-1992
 Nova sede da Prefeitura de São Paulo no Parque Dom Pedro II
 
Fonte: http://www.institutobardi.com.br - 22/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes