Logotipo
Atualizado : 08/12/2016 às 17:43:46
Usuários On-Line :  0227
Catálogo das Artes - Menu de navegação
      Detalhamento da Biografia do Artista
<< Voltar
 NOTA : Clique na(s) imagem(ns) para vê-la(s) ampliada(s).

Artista : Cesar Baldaccini
Algumas Obras do artista...

                       
 
   
 
 
 
                             
veja mais...
LINKS COM REFERÊNCIA AO ARTISTA
BIOGRAFIA
 
Cesar Baldaccini,
Marselha, França, 1921
Paris, França, 1998


Em 1935, ingressou na Escola de Belas-Artes de Marselha, onde se dedicou a estudos ligados à modelagem e ao desenho. Logo em seguida, passou a ser aluno de August-Paul-Gustave Cornu, discípulo de Falguière e Rodin, especialista em trabalhos que utilizam a pedra e a madeira como suportes. Em 1943, estudou na Escola de Belas-Artes de Paris. Nesse período, freqüentou os ateliês de Gaumont e de Saupique. Influenciado por Giacometti, em escultura, e por Degas, Matisse e Picasso, em pintura, por volta de 1947-48, abandonou sua formação acadêmica, realizando figuras pequenas e investindo em novos materiais como prata e ferro. A primeira exposição individual aconteceu em 1954, na Galeria Lucien Durand, em Paris. Entre os anos de 1954 e1960, produziu uma série de esculturas de animais, em especial insetos, explorando o vazado como elemento da linguagem estética. Na fase posterior, entre 1960 e 1965, o artista realizou Compressões, utilizando partes de automóveis prensadas em blocos. César integrou o ready-made como técnica, nessas obras, surgindo daí a transformação do objeto apropriado, alterando-o como um elemento cênico e enfatizando a relação entre o processo de consumo de mercadorias e o objeto artístico. Em fins de 1960, o artista realizou suas Expansões, obras nas quais a matéria-prima era poliuretano - material que possui como característica a expansão - em eventos previamente programados. César Baldaccini expôs em diversos países, inclusive no Brasil, França, Itália, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Bélgica, Holanda, Estados Unidos, Japão, Suécia e Finlândia. Participou das IV, VIII e IX Bienais de São Paulo (1957,1965 e 1967), ganhando prêmio nessa última; da Bienal de Veneza, em 1956; e das Documenta de Kassel, em 1959, 1964 e 1968. Em 1978, grande retrospectiva de sua obra foi realizada no Museu Picasso de Antibes, na Riviera Francesa. Em síntese, César possui três articulações essenciais em sua obra: Esculturas Metálicas, Compreensões e Expansões.

Elza Ajzenberg/Mac

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Escultor francês, nascido a 1 de janeiro de 1921, em Marselha, e falecido a 6 de dezembro de 1998, em Paris, estudou nas escolas de Belas-Artes de Marselha e Paris. Todavia o seu trabalho caracteriza-se sobretudo pelo afastamento dos ensinamentos académicos. Começa por trabalhar com chapas de metal soldadas, tirando partido dos efeitos da soldadura e dos contrastes dos metais díspares provenientes do ferro velho. Em 1960 apresenta as suas primeiras "compressões" de automóveis e de objetos variados, todos passados pela prensa. Explora primeiro os efeitos do acaso, depois as suas compressões dirigidas. Cesar dá relevo às possibilidades expressivas e às qualidades plásticas dos materiais e dos objetos da civilização industrial. Encontra-se representado em Portugal no Museu de Arte Moderna, Sintra - Coleção Berardo.

fonte : Infopédia em 19/09/2011
 
Fonte: cda - 19/02/2007

  LOGIN DE ASSINANTES - Guia de Preços
Clique Aqui
 
  LOGIN DE ANUNCIANTES - Ofertas Especiais
Clique Aqui
 
        Copyright © 2007 Catálogo das Artes